colunas   / CAPA - MANEQUIM 737

Vanessa Giácomo, capa da Manequim este mês, renova o visual clássico através da alfaiataria moderna: ''Peças versáteis e curingas''

A atriz mostra como criar looks cheios de personalidade para ocasiões casuais que exigem requinte; confira as imagens

SIMONE SERPA para REVISTA MANEQUIM nº 737 Publicado segunda 15 março, 2021

A atriz mostra como criar looks cheios de personalidade para ocasiões casuais que exigem requinte; confira as imagens
Vanessa Giácomo renova visual clássico; confira imagens - Fotos: Vinicius Mochizuki

Para Vanessa Giácomo, sempre é um prazer participar dos editoriais de Manequim! “Por mais que sejam estilos diferentes, eu sempre me reconheço nas fotos”, diz a atriz de beleza bem brasileira que fez questão de, junto com todos os profissionais envolvidos, escolher as peças do ensaio.

Ela veste uma seleção de roupas que primam pelo bom corte e o acabamento perfeito, como manda o melhor da alfaiataria. “São todas peças versáteis e curingas”, diz, destacando os looks do terninho rosa e do conjunto cinza como seus preferidos. A formalidade moderna do ensaio tem tudo a ver com o atual estilo de Vanessa, que gosta de investir em peças básicas e versáteis.

“Percebo que elas podem e devem inspirar produções que fujam do óbvio – embora o tradicional também seja muito bem-vindo”, diz a atriz que adora moda, mas garante que passa longe de ser refém de lançamentos e deixa bem claro que não abre mão do conforto. Nem poderia ser diferente, já que é mãe de três filhos!

“Nenhuma roupa deveria me impedir de sentar para brincar com eles ou colocá-los no colo”, comenta. Antenada, ela não perdeu o estilo nem na pandemia. Durante essa temporada caseira, Vanessa apostou em peças com cara de roupa de ficar em casa, mas com pegada fashionista para fazer bonito nas lives! Peças com bom caimento são prioridades, sendo neutras e clássicas, permitem ousar nos acessórios para variar os looks. Fica a dica!

CARREIRA DE SUCESSO

A atriz começou cedo, aos 18 anos, e logo no início da carreira foi protagonista no remake da novela Cabocla, da Rede Globo. Depois de dois anos atuando na TV, a estreia no cinema foi um caminho natural: fez um total de dez filmes, um dos trabalhos foi de dublagem, e outro abriu espaço para um novo ofício, o de roteirista. Em 2016, ela escreveu o roteiro de Rodízio – O filme. Essa tem sido outra paixão. A atriz se descobriu na criação de roteiros e tem aproveitado para colocar várias ideias no papel.

Para quem está com saudade da musa, ela volta à TV esse ano na série Filhas de Eva, da qual é uma das protagonistas ao lado de Renata Sorrah e Giovanna Antonelli. Vanessa acha importante poder contar com mais esse mercado, o das séries, mas garante que ama fazer novelas, que, segundo ela, seguem firmes e fortes. “Público gosta de boas histórias. Se ela for novela, série, cinema... ele estará lá!”, diz.

MONOCROMIA CHIQUE

O terno todo rosa é um luxo da alfaiataria. Camisa de seda, blazer e calça que dá ótima sustentação à barriga por causa do cós, que, na frente, é bem largo. A partir das laterais, ele vai afinando em direção ao centro das costas. A perna afunila ligeiramente, o que garante bom caimento.

"Amo a ideia de ter um terninho coringa e, neste primeiro look, me apaixonei por usarmos uma única cor", diz a atriz.

Vanessa Giácomo, capa da Manequim este mês, renova o clássico através da alfaiataria moderna: ''Peças versáteis e curingas''
Foto: Vinicius Mochizuki

(CALÇA 128 tam. 36, 38 e 40 na Revista Manequim nº 737)

CONJUNTO REVIGORADO

Nesta dupla, a blusa cropped é de modelagem básica, o capricho dela está no acabamento. Ela é toda forrada com cetim e sobre o forro tem uma limpeza sobreposta costurada pela parte externa. A calça tem boca larga, cós anatômico e bainha invisível, para um arremate requintado. Ambas as peças de tecido de alfaiataria.

"O conjunto é um convite à criatividade. Os acessórios definem o estilo que quisermos. Cabe do tradicional escarpin a um tênis cool", conta.

Vanessa Giácomo, capa da Manequim este mês, renova o clássico através da alfaiataria moderna: ''Peças versáteis e curingas''
Foto: Vinicius Mochizuki

(BLUSA 129 tam. 40, 42, 44 e 46 na Revista Manequim nº 737)

(CALÇA 130 tam. 40 na Revista Manequim nº 737)

FRENTE X COSTAS

Olhando assim, a blusa de lurex, que tem golinha com babado sobreposto, é bem comportada. Mas ela surpreende nas costas, onde tem um decote degagê. As mangas bufantes com franzido no topo e elástico nos punhos são arrematadas por babados. A blusa não é complicada de fazer, mas é preciso ficar atenta aos piques indicados no molde.

"Esse look guarda uma surpresa que é a camisa de design nada tradicional. Nada de mesmice com essa produção", diz Vanessa.

Vanessa Giácomo, capa da Manequim este mês, renova o clássico através da alfaiataria moderna: ''Peças versáteis e curingas''
Foto: Vinicius Mochizuki

(BLUSA 132 tam. 40 na Revista Manequim nº 737)

A MÁGICA DOS RECORTES

O blazer de tweed é um quebra-cabeças de recortes, sendo todos eles pespontados. A dica é seguir, passo a passo, a ordem de montagem sugerida no molde. O tweed não precisa entretelar, mas há quem prefira entretelar o forro que é de cetim. De diferente, a peça tem alcinhas para abotoar os botões que ficam na parte de dentro, no revel. Fechado nem parece que tem abotoamento.

"Gosto do blazer que tem um estilo mais formal, mas, ao mesmo tempo, é uma peça bem moderna", conta a atriz para a Manequim.

Vanessa Giácomo, capa da Manequim este mês, renova o clássico através da alfaiataria moderna: ''Peças versáteis e curingas''
Foto: Vinicius Mochizuki

(BLAZER 131 tam. 40 na Revista Manequim nº 737)

Último acesso: 14 Apr 2021 - 14:44:13 (1044007).